Visitamos os cinco restaurantes do Vogue Square

Inaugurado em novembro, o complexo da Barra oferece cardápios para todos os gostos e bolsos

Batera de salmão: opção do cardápio do japonês Shin Koke (Bruno de Lima/Divulgação)
Batera de salmão: opção do cardápio do japonês Shin Koke (Bruno de Lima/Divulgação)
Jarret de vitela e lentilha du puy: carne chega bem macia, descolando do osso (Tomás Rangel)
Jarret de vitela e lentilha du puy: carne chega bem macia, descolando do osso (Tomás Rangel)

Bistrot Lapeyre

Ponto mais sofisticado, tem o sommelier João de Souza no comando do salão e o chef Ricardo Lapeyre à frente da cozinha. O mestre-cuca serve receitas como a vieira gratinada sob creme aerado de champanhe (R$ 41,00, duas unidades), bom começo. Adiante, um pedido certeiro traz canela de vitela (foto) macia, descolando do osso, escoltada por ragu de lentilha du puy (R$ 89,00). Antes da sobremesa, que circula no clássico carrinho (cada uma a R$ 36,00), explore a cave de queijos artesanais brasileiros (R$ 50,00 a porção), uma exclusividade da casa. A fórmula com terrine, prato principal, queijo e sobremesa custa R$ 160,00. Já o menu degustação de seis cursos sai por R$ 260,00. 12h/16h e 19h/23h (fecha seg.).

Bacalhau filho da mãe: sugestão do cardápio português (Bruno de Lima/Divulgação)
Bacalhau filho da mãe: sugestão do cardápio português (Bruno de Lima/Divulgação)

Filho da Mãe

Negócio carioca dos donos da Gruta de Santo Antônio, em Niterói, serve hits do outro lado da ponte, como o delicioso camarão à bulhão pato (R$ 40,00), uma pedida de entrada, puxada no azeite com alho. O preparo batizado de filho da mãe, com cebola ao curry (R$ 78,00), peca no enjoativo arroz que o acompanha — tem creme em demasia. A dica, portanto, é manter-se nos clássicos, entre eles o ótimo bacalhau do chef henriques (R$ 95,00, na foto). O típico pastel de nata (R$ 9,00) pode encerrar a refeição. Nessa ala, uma invenção pouco ortodoxa é a receita com Nutella (R$ 14,00). 12h/0h (qui. a sáb. até 1h).

Pizza mamma mia: as redondas voltam a brilhar no novo Gattopardo (Tomas Rangel/Divulgação)
Pizza mamma mia: as redondas voltam a brilhar no novo Gattopardo (Tomas Rangel/Divulgação)

Gattopardo

Reencarnação do badalado negócio de Ricardo Amaral que, por mais de duas décadas, funcionou na Lagoa, o estabelecimento volta a apostar, dez anos depois, suas fichas na pizza. A massa de longa fermentação, agora um pouco mais grossa, recebe coberturas como a mamma mia (foto), de abobrinha, queijo brie, parmesão, calabresa moída e tomate (R$ 44,00). Outro acerto local é o robusto polpetone à parmigiana, recheado de queijo e coberto por molho de tomate (R$ 59,00) —
o mesmo preço pode trazer meia-porção (bem servida) ao lado de espaguete ao sugo. 12h/16h e 18h/0h (sex. e sáb. até 1h; seg. só jantar).

Empanda de roquefort e cebola: dica do mês na filial da casa de carnes (Felipe Azevedo/Divulgação)
Empanda de roquefort e cebola: dica do mês na filial da casa de carnes (Felipe Azevedo/Divulgação)

Tragga

A filial da casa de carnes à la carte em Botafogo acomoda os clientes em salão elegante, onde se destaca a adega que cobre uma parede inteira. O shoulder steak (R$ 76,00, 300 gramas) chegou no ponto solicitado, acompanhado de farofa de ovo (R$ 20,00). Antes da etapa principal, siga a sugestão local e prove a empanada do mês. Até sexta (31), a pedida é o sabor roquefort e cebola (foto), a R$ 13,00 a unidade. No sábado (1º), entra em cena a de camarão (R$ 16,00). 12h/16h e 19h/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. 12h/23h).

Batera de salmão: opção do cardápio do japonês Shin Koke (Bruno de Lima/Divulgação)
Batera de salmão: opção do cardápio do japonês Shin Koke (Bruno de Lima/Divulgação)

Shin Koike

O primeiro negócio carioca do chef japonês Shin Koike, dono do prestigiado Sakagura A-1, em São Paulo, investe em preparos tradicionais — nada de cream cheese e outras adaptações. Koike aposta em peixes do litoral fluminense, reunidos no combinado de vinte sashimis (R$ 99,00). Entre os pratos quentes, prove o filé de peixe ao missô (R$ 69,00). Três fórmulas oferecem, de segunda a quarta, a partir das 19h, entrada, prato e sobremesa por R$ 79,00. Uma delas traz batera de salmão (foto), combinado de doze peças e sorvete de rapadura com gelatina de café. 12h/0h (qua. a dom. até 2h).

Picadinho: sugestão de quarta no almoço do Prosa na Cozinha (Tomás Rangel/Divulgação)
Picadinho: sugestão de quarta no almoço do Prosa na Cozinha (Tomás Rangel/Divulgação)

Prosa na Cozinha

Destino mais em conta, é filial do ateliê gastronômico da chef Manu Zappa no Jardim Botânico. Ela assume a cozinha da Barra no jantar de sexta e sábado e no almoço de domingo. Uma dica nesses dias é seu elogiado arroz de polvo (R$ 52,00). De segunda a quinta, as noites são reservadas às aulas temáticas, e no almoço vigora o serviço executivo. Sugestão das quartas, o picadinho, guarnecido de arroz, farofa, banana empanada e ovo (foto), sai a R$ 39,00, com entrada do dia. 12h/16h (sex. 12h/16h e 19h/23h; sáb. 12h/23h; dom. 13h/17h).